[GUIA] Como interpretar um polonês da maneira certa - Advanced Roleplay
Autentique e vincule sua conta do fórum na sua conta no User Control Panel! Mais informações


 
Avatar do usuário
Renggs
WEST COAST MADNESS 16s
Autor
Registrado em: 01 Jan 2018, 10:44

[GUIA] Como interpretar um polonês da maneira certa

20 Dez 2018, 20:47

O guia por si só é uma forma de agregar ao roleplay polonês, sem puxar ao lado criminal, bem pouco explorado. No mais, trafegarei em alguns pontos bem importantes sobre a cultura da Polônia e algumas chaves que devem ser levadas em conta para uma boa interpretação. Não é cem por cento completo, embora sirva bastante para o enquadramento de uma nacionalidade desse tipo na ambientação polaca. Foi unido exclusivamente por mim, aglomerando conteúdos sobre a nacionalidade, e unindo em um único tópico. Através de procura por meio de vídeos ou artigos que mostrassem importância e veracidade nos conteúdos sobre o território polaco. Você pode encontrar bastante dos artigos abaixo em websites isolados, todavia somente no guia encontrará tudo compactado para o melhor entendimento possível. Boa parte se aplica ao mesmo, embora pela interpretação se dar ao continente americano, apenas o necessário foi levado em consideração.

O que não fazer na cultura polonesa?
Argumentando primeiramente sobre ultrajes ao código penal polonês, não consuma bebida alcóolica nas ruas. É algo desconfortável aos demais, e isso posteriormente pode gerar consequências, até mesmo como uma multa.

Não compare a Polônia com a Rússia. Os costumes não são parecidos, muito menos boa parte das situações. Embora tudo seja eslavo, existem diferenças gritantes, e os poloneses detestam esse ponto.

Não defenda o comunismo. É sério. O território polonês conviveu com isso e o odeia com todas as forças, foi um marco histórico e que muitos podem lhe explicar inúmeras motivações pra detestarem. Se optarem por uma interpretação polonesa com uma faixa etária pelos 35+, seu personagem terá consciência sobre isso e provavelmente se lembrará BASTANTE sobre.

A maioria dos poloneses são fechados justamente por culpa desse período outrora.

Não chame a Polônia de leste europeu, uma boa quantia não gosta. Gostam de ser chamados de Europa Central. Eles entendem que os países do leste europeu estão sob a influência da Rússia. Então desde que se separaram dela com o fim do comunismo, não gostam de ser assemelhados à isso.

E de maneira alguma, não promova a ideia da existência de campos de concentração poloneses. É algo que empobrece o contexto do país, além de gerar processos pelo próprio governo no caso da divulgação de notícias como essa. Embora seja uma questão de semântica, foram campos de concentração alemães em território polaco. Contradizer é crime.

Mesmo que seja engraçado, não recuse comida. Na época da guerra era extremamente difícil obtê-la, o que tornou-se algo extremamente essencial. Fazer o ato da divisão com outra pessoa, era algo nobre. Trata-se da cultura local, na qual perdura até os dias atuais. Mesmo que em um roleplay você seja entregue às mais diversas, ao menos busque experimentar. Isso enriquece seu personagem polonês e mostra que muito dos valores antigos do território, ainda existem em você.

E para finalizar esses pontos, um conselho e uma informação: não se atrase. Os poloneses são extremamente pontuais.

Gírias polacas e um pouco sobre a língua
Spokój / spoko — é uma gíria amplamente usada e pode significar legal, está tudo bem ou legal, sem problemas, nada mal.

W porządku / wporzo — possui os mesmos sentidos de spokój e spoko.

Hello e goodbye também são usados no polonês, significando a mesma coisa, e são mais usadas no meio universitário.

Koleś, ziom ou ziomek — ambas podem ser usadas no sentido de "mano, cara, bro"

Masakra / tragedia — sim, essas palavras significam isso mesmo: massacre e tragédia. Porém, elas poder ser aplicadas em situações totalmente diferentes. Exemplo: meu marido e eu fomos a Cracóvia uma vez, e queríamos levar o último trem para Varsóvia, mas a senhora que vendeu nossos ingressos era bastante lenta. Quando ela finalmente conseguiu imprimir nossos passes, ela disse: Dobrze, teraz pospiesz się albo będą tragedia! (Ok, agora se apresse ou haverá uma tragédia).

Bo tak — esta é uma das palavras favoritas das mães quando os filhos as questionam durante o dia todo falando "por que tenho que fazer isso". Isso mesmo mamães, esta expressão equivale ao porque sim, porque eu disse ou também, por isso.

No ba — é usado de forma semelhante ao nosso "de fato", também podendo significar o nosso "dãr" quando alguém afirma algo óbvio.

No — pronunciada como "no", esta palavra pode ser usado para várias coisas, como um sim, usado para dar um aviso, mostrar um sinal de acordo, opinião... Exemplos:

- Chcesz iść do kina? (Você quer ir ao cinema?)
- Nooo! (Sim!)

- No, no, no! — mais eficaz quando acompanhado por um balançando.

- Ten film był taki fajny (este filme foi muito bom)
- Nooo! (Sim!)

- Więc, co sądzisz o tym problemie? (Então, o que você acha sobre esse problema?)
- No ... myślę, że to skomplikowane (Bem, acho isso complicado!)

No co ty — o nosso famoso "não exagere".

Ojej / ojejku — essa é com certeza uma das expressões mais úteis na língua polonesa. Ela permite que você expresse vários estados emocionais, da admiração ao pânico, a surpresa à impotência. Por exemplo, quando seu amigo lhe diz alguma notícia feliz e inesperada, você pode reagir com um alto Ojej! ou, se você voltar para casa para descobrir que seu laptop foi roubado, agite sua cabeça e diga ojej. E às vezes, é a única expressão apropriada ao meu cachorro quando destrói a casa.

Maneiras de utilizar algumas das expressões
Você pode dizer que você está realmente cansado usando skonany ou wykończony, e expressão o quão algo é ótimo dizendo kapitalny, super, genialny ou rewelacyjny.

Há também uma forma mais informal de se agradecer, conhecemos a versão reduzida de dziękuję, que é dzięki. e também, há a forma dzięks e para pedir desculpas, muitas pessoas usam o sorry.

Quando vamos fazer aquele brinde na Polônia, sabemos que podemos dizer na zdrowie!. Há também outra forma mais informal de dizer, que é zdrówko!. Na Polônia, para que alguém abaixe a bebida, você terá que gritar do dna, que literalmente significa "para o fim".

Existe equivalentes polacos de chamar seus pais, mas estes podem ser considerados grosseiros, então tenha cuidado para usá-los. Eles são moja stara ('meu velho') e mój stary ('meu velho').

A culinária da Polônia
Abrangendo uma mistura de tradições da culinária estrangeiras e principalmente eslava, surgiu por meio dos costumes diversos das regiões do território polonês. É rica em carne de todos os tipos e temperos, bem como de tipos diferentes de massas e bolinhos. No geral, a culinária da Polônia é rica, substancial e relativamente alta em gorduras. O polonês dedica uma parte generosa de seu tempo para desfrutar suas refeições. As bebidas mais populares eram a cerveja, a podpiwek (tipo de cerveja ligeiramente fermentada) e o hidromel. Porém, no século XVI as classes altas começaram a importar os vinhos da Hungria e da Silésia. Depois que as bebidas destiladas ficaram comuns na Europa, a vodca tornou-se popular, especialmente entre as classes sociais mais baixas. Vou estar listando alguns pratos famosos poloneses e que agregam no conhecimento para uma interpretação desse ramo.

Pierogi — É um tipo de pastel cozido originário da Polônia e oeste da Ucrânia. Também escrito perogi, pierogy, perogy, pierógi, pyrohy, pirogi, ou pyrogy; forma diminutiva: pierożki, são pasteis de massa primeiro cozidas e depois assadas ou fritas, normalmente na manteiga com cebolas, tradicionalmente recheados com batata, chucrute, carne moída, queijo ou frutas. Proveniente do centro e do leste europeu, eles têm formato normalmente semicircular, mas em algumas culturas podem ser retangulares ou triangulares. Pode ser recheado (exclusivamente ou em várias combinações) com purê de batatas, queijo, repolho, chucrute, carne, cogumelos, espinafre, ou outros ingredientes dependendo da preferência. Podem ser servidos em forma de sobremesa com o recheio de frutas frescas, como cereja, morango, pêssego, ameixa ou maçã; ameixa seca também é utilizado. Creme de leite pode também ser adicionado à mistura. O recheio mais popular na cozinha polonesa é de purê de batatas com requeijão (ricota) e cebola frita. Um recheio popular para pierogi é purê de batata com queijo cheddar.

Makowiec — É uma torta (ou tarte enrolada) de sementes de papoila, tradicional e muito popular na Polônia, e é uma das formas dos doces da Europa Oriental, que têm aquele ingrediente como básico. Para esta receita, começa por se preparar a massa, misturando açúcar, farinha de trigo, leite, manteiga, ovos e levedura dissolvida em leite morno; polvilhar com farinha, tapar e deixar a levedar num lugar quente, até duplicar o volume. O recheio prepara-se misturando sementes de papoila moídas, açúcar, manteiga, leite e raspa de limão. Estende-se a massa num retângulo com cerca de meio centímetro de espessura, barra-se com o recheio e enrola-se, tendo o cuidado de virar a borda mais comprida para dentro, para evitar que o recheio saia. Pincela-se com manteiga derretida e põe-se a cozer em forno quente até ficar dourada. Depois de pronta e arrefecida, pode polvilhar-se com açúcar pilé.

Zrazy — Em resumo, bifes enrolados. São um prato muito popular na Polônia e estão documentados desde a nobreza do século XIV. Por essa razão existem no território inúmeras variedades, principalmente no que diz respeito ao recheio, que pode incluir vários tipos de vegetais, incluindo chucrute, cogumelos, ovos cozidos, pão ralado e várias especiarias, como o rábano-picante. Os bifes devem ser extremamente finos (quase como uma fatia de fiambre para sandes) e, por isso, recomendam-se bifes cortados para preparar pregos, que podem ainda ser batidos até ficarem bem finos. Numa receita, começa-se por barrar os bifes com mostarda mas, dependendo do recheio, pode também usar-se uma pasta com gordura, como nata ou manteiga-de-alho. Coloca-se o recheio no meio dos bifes, dobram-se para cima as bordas mais pequenas e enrolam-se. Os bifes recheados são salteados em óleo, até ficarem dourados; com o molho de fritar os bifes, prepara-se um "roux" com farinha de trigo, que se dissolve com caldo de carne, vinho, puré de tomate, sal e pimenta. Quando ferver, juntam-se os bifes e deixam-se cozer em lume brando até a carne ficar macia. Quando prontos, cobrem-se com o molho e servem-se com arroz branco, puré ou pasteis de batata e farinha de trigo cozidos; é comum na Polónia guarnecer o prato com salsa picada e nata azeda. Segundo alguns especialistas, esta comida é sempre melhor no dia seguinte àquele em que foi preparada.

Culinária Pós-Segunda Guerra
Com o fim do trágico período, a Polônia se manteve sob a influência do comunismo. Os restaurantes foram os primeiros a serem nacionalizados e a maioria deles foi fechada pelas autoridades. Em seu lugar, os comunistas pretendiam instalar uma rede de refeitórios para os trabalhadores das diversas companhias e locais para refeições rápidas. Os pouquíssimos restaurantes sobreviveram nas décadas de 1940 e 1950, pertenciam ao Estado e eram inacessíveis às pessoas comuns devido aos seus altos preços.

Żurek — Trata-se de uma sopa rica, com o caldo feito à base de levedura de centeio e de pão de centeio. Para além do caldo, o Żurek pode ser complementado com salsichas, pedacinhos de toucinho fritos, um ovo cozido ou batatas cozidas. Nalgumas regiões, incluem-se também dentes de alho, natas e cogumelos. Por vezes, é chamado a sopa do dia anterior. É um prato que tem sido apreciado por muitas gerações de polacos. Diz-se, também, que é uma boa cura para as ressacas. Existem tantas maneiras de o preparar como regiões na Polônia. A palavra polaca Żur deriva da palavra alemã sauer, que significa azedo, sugerindo assim o carácter ácido desta sopa.

Bigos — É o prato nacional da Polônia. É servido como prato único e, conforme a região, prepara-se com couve branca ou chucrute e grande variedade de carnes. A carne de porco pode ser substituída por aves e caça. Por vezes, são usados tomates inteiros ou em polpa, assim como mel e cogumelos. Pode ser temperado e enriquecido com pimenta, louro, malaguetas, ameixas secas, vinho branco e outros ingredientes. É acompanhado frequentemente com pão de centeio e batatas.

Gołąbki — Um prato da culinária polonesa. Consiste em repolho ou couves recheadas com carnes bovina ou de porco picadas e arroz. As carnes podem ser de porco e vaca. O Gołąbki inclui ainda tomate, ovos, cebolas, manteiga e alguns temperos, como o sal e a pimenta.



Uma interpretação spokój à todos!
Editado pela última vez por Renggs em 22 Dez 2018, 16:15, em um total de 1 vez.
 
Avatar do usuário
napohead
Registrado em: 06 Out 2018, 18:33

Re: [GUIA] Como interpretar um polonês da maneira certa

20 Dez 2018, 21:11

foda
vocam
 
Avatar do usuário
DriCk2
Registrado em: 27 Dez 2017, 21:28
Localização: São Bernardo do Campo
Discord: Drick#8980

Re: [GUIA] Como interpretar um polonês da maneira certa

20 Dez 2018, 21:17

Só me surpreendo com esse Renggs em
Uma decisão errada é melhor que a indecisão

Liverpool Avenue
Sunset Organized Crime
Max Rawlston Gang
 
Avatar do usuário
Caio_F5
Registrado em: 18 Fev 2016, 16:11
Discord: Caio#6489

Re: [GUIA] Como interpretar um polonês da maneira certa

22 Dez 2018, 21:28

Renggs dando aula de roleplay
 
Avatar do usuário
Luiza
Registrado em: 26 Jan 2017, 08:23
Discord: Luiza#9512
Contato:

Re: [GUIA] Como interpretar um polonês da maneira certa

23 Dez 2018, 11:36

Imagem
iraqweed's #1 hoe
 
 
Avatar do usuário
Lorran Holdtsen
Registrado em: 25 Mai 2016, 02:11

Re: [GUIA] Como interpretar um polonês da maneira certa

06 Jan 2019, 04:12

Arrebentou, mano. Esplêndido.
 
Avatar do usuário
'Falcone
San Andreas Sheriff's Department
San Andreas Sheriff's Department
Registrado em: 06 Ago 2018, 09:34
Localização: Unknown
Discord: @Falcone#6245

Re: [GUIA] Como interpretar um polonês da maneira certa

06 Jan 2019, 07:06

Só queria dizer que depois desse guia deu vontade de interpretar um Polonês
Imagem

"Asa voa, Asa bate, Asa te mata"

Personagens:
Clique para: Ver
Elliott Shepherd (Morto em serviço pela San Andreas Sheriff's Department durante uma troca de tiros.)
Asa Verdreaux (San Andreas Sheriff's Department.)

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 12 visitantes