[GUIA] O prazer de fumar

Avatar do usuário
Versace
Mensagens: 2659
Registrado em: 18 Jan 2014, 16:13
Contato:

[GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por Versace » 11 Set 2016, 13:07

[infobox]ESTE GUIA É FICTÍCIO, EXCLUSIVO PARA FINS DE INTERPRETAÇÃO NO JOGO![/infobox]


O prazer de fumar

  • Iniciantes na arte de fumar
  • Escolhendo a marca de cigarro
  • Aprendendo a fumar: o primeiro cigarro
  • Experimentando marcas diferentes de cigarro

Iniciantes na arte de fumar
Existem tantas questões sobre o ato de fumar que qualquer referência autoritária e unilateral sobre o assunto seria no mínimo omissa. Existem prós e contras para quem tem vontade de começar a fumar, e você precisa conhecê-los bem. Esta seção vai mostrar o que você precisa saber antes de decidir se quer ou não virar fumante, e, se você ainda quiser, como é a técnica básica para fumar e tudo o mais necessário para você virar fumante de verdade.
  • Os contras
Sem dúvida, o principal problema de fumar é a saúde. Fumar vai diminuir sua capacidade pulmonar, poderá aumentar seus riscos de ter asma, câncer de boca, garganta e pulmões, assim como efisema. Se você pensa "ah, isso não vai acontecer comigo", pense de novo. Além disso, fumar vai mudar seus hábitos e, se você não for firme no controle, poderá virar escravo(a) do cigarro.
Fumar, principalmente fumar muito, pode causar problemas sérios para quem fuma e para quem estiver por perto. Claro que, com moderação, os riscos são menores -- você nunca ouviu falar de alguém ter morrido de efisema ou câncer de pulmão porque fumava meio maço por dia, não é? De fato, a maioria dos estudos científicos é baseada em pessoas que fumam mais de um maço por dia, e normalmente se concentra em pessoas sedentárias que não praticam exercícios. Se você fuma moderadamente, fazer exercícios e cuidar da alimentação poderá reduzir os efeitos negativos do fumo à saúde. No mínimo, você terá a mesma saúde de um não-fumante que não se cuida.

Outra questão é a das pessoas ao seu redor. A fumaça que você fizer poderá afetar quem sofre de asma, alergias, sinusite, rinites e outros problemas, e você precisa levar isso em consideração. Embora não represente verdadeiro perigo contra outras pessoas (caso, por exemplo, das bebidas alcoólicas), fumar pode incomodar quem não fuma e sofre desses problemas, e o seu direito de ter prazer termina onde começa o direito das outras pessoas de não se sentirem prejudicadas.

A questão final é a já mencionada falta de controle. Você precisa ter consciência de que fumar vicia muito facilmente, e isso significa que você pode perder parte do seu auto-controle, e fumar pode passar de prazer a uma mera e desagradável necessidade. Você poderá ficar incomodado se não tiver certeza que sempre tem cigarros por perto, vai precisar abastecer periodicamente seu corpo com nicotina, e poderá com isso deixar de fazer outras coisas mais importantes que você poderia fazer nesse tempo. Suas prioridades vão mudar e você precisa estar preparado para isso.

Existem várias razões para não fumar, muitas delas de cunho absolutamente pessoal. Por favor, pese bem as conseqüências e se informe sobre os riscos -- se você for mulher, principalmente, pois há estudos que indicam problemas na interação com anti-concepcionais e hormônios femininos. É preciso levar em conta os sacrifícios pessoais e talvez até morais que você vai precisar fazer se decidir por ser fumante.

Uma nota especial para adolescentes: pense bem se você não está querendo começar a fumar somente para parecer mais adulto(a), ou "tirar onda" com o pessoal mais descolado. Pode ser que você não ache fumar algo agradável, e você não precisa fumar para parecer mais legal ou interessante. Seja quem você é, simplesmente, sem deixar se influenciar. Você tem muito o que fazer entre os 13 e 18 anos, e você não vai querer que isso seja atrapalhado por algo que você poderá fazer em qualquer período da sua vida de quase 80 anos. Quando você estiver maior, fumar já não vai ser algo tão incomum e você não terá tantos problemas e pressões contrárias. De repente, você pode pensar um pouco e se arrepender de ter tido a ideia de começar a fumar.
  • Os prós
As pesquisas e campanhas nunca dizem isso, mas quem fuma sabe o que tem de bom nisso -- afinal, se não fosse bom de algum jeito, não haveria tanta gente fumando no mundo. Há pesquisas (pouco divulgadas, lógico) que provam efeitos positivos da nicotina no cérebro -- que não superam, fique claro, os problemas causados pelo alcatrão e pelo monóxido de carbono encontrados na fumaça do cigarro. De fato, nos anos 80 pesquisadores descobriram que a nicotina se liga a proteínas receptoras nas células nervosas e altera suas características neurotransmissoras. Cientistas têm feito estudos com sucesso sobre o uso de nicotina no tratamento de mal de Alzheimer, esquizofrenia, depressão e mal de Parkinson; e também lhe são atribuídos efeitos como ativação da memória, excitação e aumento da capacidade de concentração e raciocínio.

Dados os efeitos da nicotina no corpo, um fumante sabe bem o prazer que é acender um cigarro, especialmente se passa um bom tempo sem fumar. Nenhuma outra substância legalizada causa a mesma sensação de relaxamento e prazer tão imediatamente e com baixo custo - o efeito da nicotina começa aproximadamente sete segundos depois da primeira tragada. Embora algumas pessoas digam que fumar tira um pouco da sensibilidade gustativa, algumas coisas parecem ficar com gosto melhor -- por exemplo, café e bebidas alcoólicas. Além do mais, fumar é algo que você pode fazer enquanto espera alguém ou alguma coisa, e algo que não envolve calorias ou ficar olhando para o nada...

Por falar em calorias, outro benefício que principalmente as mulheres sentem é o controle do peso. Fumar ajuda algumas pessoas a perder peso ou manter o peso ideal -- muitas vezes é por isso que modelos e bailarinas fumam. Não é o simples ato de fumar que faz emagrecer (apesar de acelerar o metabolismo), mas também o fato de às vezes você fumar em vez de comer alguma coisa. Se combinado com exercícios físicos, pode ajudar, e você pode pensar que gorduras, açúcar e colesterol podem ser até mais maléficos ao coração e à circulação.

No aspecto social, fumar pode ser algo magnético, e você em algum momento vai acabar conhecendo alguém exatamente graças ao cigarro. Claro, há pessoas que detestam, mas se você souber se comportar como fumante não haverá problemas. Além do mais, pensando bem, para que você gostaria da companhia de alguém que não deixa você fazer o que você gosta? Até que é bom: assim você afasta pessoas arrogantes, controladoras e autoritárias. As pessoas devem gostar de você pelo que você é, e se você é fumante, elas devem no mínimo aceitar isso. E, é claro, tem gente (muito mais do que se pode imaginar) que tem atração por gente que fuma, em maior ou menor grau.

Além disso, você terá uma boa desculpa para se aproximar de alguém -- para pedir fogo, por exemplo -- e, por outro lado, também passará a oferecer uma forma de uma pessoa chegar em você. Talvez até seja um assunto para começar um diálogo. Fumar também pode ser bom para a sua auto-confiança. Entre as pessoas que admiram quem fuma, é de comum acordo que o(a) fumante pessoa ganha um ar de independência, de liberdade para fazer o que gosta, de não ligar para as opiniões e censuras dos outros. Você certamente terá essa sensações e passará essa imagem, ainda que subconscientemente.

Com os pontos positivos e negativos em mente, cabe a você decidir se quer ou não se tornar fumante. Sem levar em conta pressões por um lado ou por outro. Você deve considerar, por exemplo, que ninguém fica buzinando por aí o lado ruim das bebidas alcoólicas, dos alimentos transgênicos, do frango com hormônios e de comida gordurosa -- você é quem sabe se isso agrada você ou não.
  • Escolhendo a marca de cigarro
Agora que você decidiu se tornar fumante, você deve começar escolhendo o cigarro que você vai querer experimentar primeiro.
Existe uma grande variedade de tamanhos e sabores, mesmo no mercado brasileiro, que não é dos mais variados. Para os iniciantes, são recomendáveis as marcas mais suaves, talvez até com sabores diferentes (como os mentolados e os cigarros de cravo). Mas, por alguma razão qualquer, você pode querer começar com algo diferente.
  • Tamanhos e cores
Cigarros normalmente são encontrados em dois diâmetros: o normal e o mais fino, às vezes chamado de "slims". Estes são mais voltados ao público feminino. No comprimento, os cigarros brasileiros basicamente se dividem no chamado King Size (85mm) e nos também chamados Slims (mesmo que tenham diâmetro normal, mas com 100mm). No exterior a variedade é maior, e existem ainda os de 120mm, também mais voltados ao público feminino. Também há a divisão por cor do filtro: os de filtro branco e de filtro amarelo (que parece uma rolha). Escolha o tipo e tamanho que você acha que combina mais com você.
  • Embalagens e sabores
Os cigarros são vendidos em caixas rígidas (box) ou em maço flexível de papel e plástico. O vendedor normalmente pergunta: "maço ou box?". Os cigarros em maço normalmente são um pouco mais baratos, mas se amassam com facilidade e pode ser difícil tirar um cigarro de dentro deles. Isso não é problema se você planeja usar uma cigarreira, mas se não for este o caso, prefira comprar cigarro em box.

Lembre-se que a escolha é totalmente sua. Uma observação importante: quando for comprar o primeiro maço, lembre-se também de comprar um isqueiro. Fósforos podem ser visualmente interessantes, dependendo do efeito que você quer, mas têm cheiro desagradável e deixam gosto de enxofre na boca. Já que você quer aprender a fumar corretamente, é melhor começar direito desde o princípio!

Aprendendo a fumar: o primeiro cigarro

OK, agora que você já sabe os prós e contras de fumar, já conhece os tipos de cigarros que existem e já fez suas escolhas, vamos à parte prática! Se você ainda não pensou bem se é isso mesmo que você quer, tome mais tempo para pensar, porque este é o último momento para desistir da idéia! Mas se você realmente quer se tornar fumante, siga por sua própria conta e risco.

Em primeiro lugar, você precisa encontrar um dia, horário e local só para você, de preferência quando não houver mais ninguém em casa. O banheiro é um local clássico para começar a fumar, pela privacidade e também por ter espelho, que pode ser útil para você desenvolver sua técnica. O mais recomendável é que seja um horário em que você possa fazer isso todo dia: por exemplo, antes de tomar banho.

Observe bem o maço: ele passará a ser um companheiro inseparável. Para abri-lo, veja que na parte superior há uma lingueta no celofane que o envolve. Puxe essa lingueta, que é semelhante àquelas encontradas em pacotes de biscoito. Não é preciso tirar todo o plástico do maço, basta tirar a parte superior.

Se você comprou um cigarro em caixinha, abra a tampa. O selo de preços normalmente prende a tampa em um lado da caixa, e pode ser mais fácil abrir a caixa se você antes tirar o selo. Depois de abrir a tampa, veja que há um papel aluminizado cobrindo os cigarros. Não é preciso rasgá-lo: basta puxar para cima, e pronto. Se você comprou um maço comum, você pode observar que o selo fica bem no meio. Não precisa abrir o maço inteiro: você só precisa rasgar o papel em um dos lados do selo.

Tirar o primeiro cigarro de qualquer maço pode ser meio difícil. Na caixinha, puxe-o lentamente, empurrando para cima com o polegar. No maço é mais complicado: dê uma ou mais pancadinhas por baixo do maço para fazer os cigarros subirem pelo lado que estiver aberto, e puxe um com as unhas.

Observe bem o cigarro. Cheire-o. Preste atenção na forma correta de segurar o cigarro: coloque-o entre os dedos médio e indicador, próximo às pontas do dedos, segurando-o onde o filtro termina e o fumo começa. Ensaie como levá-lo aos lábios: não é preciso pôr o filtro inteiro na boca, só a ponta, e bem no meio dos lábios. Depois de colocá-lo na boca, tente inspirar através dele como se você estivesse tentando encher a boca de líquido através de um canudinho -- ou seja, não é como respirar através dele. Esta é a parte principal no ato de fumar. Se você escolheu um mentolado, já pode sentir um pequeno efeito "geladinho" mesmo com o cigarro apagado. Depois disso, agora é hora (ufa!) de acender.

Pressupondo que você já saiba como operar o isqueiro, ponha o cigarro nos lábios, acenda o isqueiro e aproxime a pontinha da chama na ponta do cigarro (se você colocar o isqueiro próximo demais, ele vai apagar). Assim que você aproximar a chama, repita o gesto de encher a boca como se estivesse chupando um canudinho (e NÃO RESPIRE!). Tire o cigarro dos lábios e abra a boca um pouco: você vai ver a fumaça saindo aos poucos. Então, sopre-a de vez. Se você respirar essa fumaça sem estar "preparado psicologicamente" para isso, provavelmente você acabará engasgando. Por isso, contente-se em encher a boca de fumaça e soltá-la por enquanto. Se você estiver diante de um espelho, olhe como é, você deverá achar divertido e interessante. Talvez você ache o gosto meio desagradável no começo, mas se você quiser passar por cima disso, pode chupar um Tic Tac ou um Halls enquanto fuma.

Depois que você já tiver dominado a técnica de puxar fumaça para a boca, se acostumar com o gosto e se sentir confortável segurando o cigarro -- no começo você pode achar meio estranho, mas rapidamente passa a ser algo natural --, vem a parte mais difícil e que vai demorar mais para você se acostumar: tragar. Como você pôde ver, a fumaça que você soprou após encher a boca é diferente da que os fumantes produzem. Tragar é você passar a fumaça da boca para os pulmões, ou seja, é respirar essa fumaça que está na sua boca. No começo, você provavelmente achará um pouco desconfortável e poderá sentir vontade de tossir (o que será minimizado se você seguir direitinho estas recomendações a seguir). Poderá levar dias até que você consiga tragar direito, mas não precisa se apressar. Depois de algumas tentativas bem sucedidas, você começará a sentir o "barato" da nicotina.

Para tragar, você deverá fazer a mesma coisa que você estava fazendo -- puxar a fumaça para a boca, sem respirá-la. Mas, para começar, puxe só um pouquinho de fumaça, para não engasgar. Abra a boca, espere um pouquinho, e rapidamente respire por ela, puxando a fumaça toda para dentro de uma vez. Fazendo assim é bem mais fácil, mas você pode ainda assim engasgar ou ter vontade de tossir. Segure a respiração por um tempinho e então sopre devagar. No momento em que você conseguir fazer toda essa operação sem sentir vontade de tossir, parabéns -- você já sabe como fumar!

Depois de algumas tragadas, você poderá sentir uma certa leveza no corpo, mas também pode se sentir um pouco zonzo, talvez meio enjoado. Se isso acontecer, pare de tragar! Isso é absolutamente normal no começo, e opde parecer desanimador, mas não tente forçar a barra. Pode ser que demore semanas até você conseguir se acostumar plenamente com isso, e depois você passará a sentir cada vez mais prazer ao fumar.

Pare um pouquinho para observar como fica o cigarro na sua mão. Você pode querer fazer alguns movimentos com a mão e o braço, para observar o visual e de certa forma se acostumar com algo entre os dedos. Em algum momento você notará que a cinza está grande. Para tirá-la, você pode bater levemente a ponta do polegar no filtro, ou rapidamente segurar o cigarro entre o polegar e o dedo médio e dar uma batidinha nele com o indicador. Nada muito exagerado.

Preste atenção no seu jeito de segurar o cigarro, especialmente se você é mulher -- é uma questão de estilo, e se você está aqui neste site para aprender a fumar corretamente, você com certeza não quer parecer um pedreiro fumando. Para a mulher, é muito feminino e elegante manter o cigarro em um ângulo de 90 graus em relação aos dedos, que por sua vez devem estar ligeiramente curvados. O braço deve estar bem reto, para cima, e você pode deixar a mão cair um pouco para trás. Daí, o movimento para levar o cigarro aos lábios e voltar para a posição anterior deve ser suave. Você pode ensaiar isso algumas vezes, diante de um espelho, mesmo com o cigarro apagado. Se estiver sentada, pode colocar o cotovelo no apoio ou na mesa. Já para os homens, é mais recomendável manter o braço abaixado, se estiver em pé, ou deixá-lo deitado sobre um apoio (uma mesa, por exemplo) se estiver sentado. Outra coisa importante para ambos os sexos: nunca é recomendável entortar a boca de lado para soprar a fumaça. Sopre para baixo, para cima ou até para a frente, mas evite soprar com o canto da boca.

Ao final deste primeiro cigarro, você certamente sentirá um certo orgulho e prazer por ter conseguido aprender a fumar -- e se você estava perto de um espelho, certamente se divertiu em se ver fumando. E talvez até queira acender outro imediatamente, mas é melhor que você deixe para o dia seguinte, ou pelo menos algumas horas mais tarde. Como pôde observar, foi um verdadeiro ritual. Com o tempo, passará a ser algo mais natural, mas o grande barato é não deixar se tornar uma coisa mecânica e um simples vício idiota -- o momento em que você resolve acender um cigarro deve ser um tempo reservado para você, seus pensamentos, suas sensações e seu prazer.
  • Experimentando marcas diferentes de cigarro
Assim como existem inúmeras qualidades e sabores de vinhos, uísques e queijos, é também grande a gama de diferentes cigarros que um fumante pode experimentar. Embora tenhamos sempre uma marca de preferência para o dia-a-dia, experimentar cigarros diferentes é um dos prazeres que diferenciam os "verdadeiros fumantes" das "pessoas que fumam".

Para quem gosta ou pretende começar a experimentar cigarros diferentes, algumas dicas podem ser úteis. Uma coisa positiva de cigarros, principalmente nacionais, é o preço baixo. Porém, se você comprar um cigarro diferente e não gostar muito, poderá até se ver na chata situação de ter que jogar um maço quase novo fora.

Por isso, é melhor, se possível, "filar" de alguém um cigarro que você quer experimentar. Mas como várias marcas são pouco comuns, o ideal é você sair com outra pessoa que também goste de apreciar cigarros diferentes, e comprar em parceria dois ou três maços diferentes, além dos seus "cigarros principais". Além de ser uma excelente oportunidade para passar a noite fumando, vocês podem dividir os cigarros restantes, e se você não gostar tanto de algum, pode ser que a outra pessoa tenha gostado.

O Brasil tem uma boa variedade de marcas, muitas delas internacionais (como o Marlboro e o Camel), e os cigarros brasileiros são considerados de boa qualidade. Mas os cigarros estrangeiros, especialmente os americanos, têm maior diversidade de fumos, sabores e tamanhos.
  • Cigarros nacionais e internacionais
Gudang Garam: Conhecido também como "cigarro de Bali", por ser fabricando na Indonésia. Raramente chega ao Brasil por vias legais, e por isso tem preço muito variável. É muito apreciado por adolescentes, por ter fumaça bastante adocicada (que chega a deixar os lábios doces). Sua fumaça é bem densa, principalmente quando se chega ao fim do cigarro. Não é indicado para uso regular como "cigarro principal", pois tende a ser enjoativo. Disponível nos sabores canela e menta.

Kool: Marca americana, bastante popular, de filtro vermelho (ou amarelo, como queira) e sabor de menta bastante acentuado e refrescante. Tem bom volume de fumaça, e é mais ou menos equivalente ao Marlboro e cia. no que diz respeito a teores.

Marlboro Menthol: Encontrado em vários países, a versão mentolada do Marlboro tem o gosto de menta bem definido, mas ainda bem mais sutil que o Kool. Por isso, pode ser tolerado como "cigarro principal" durante um bom tempo. Dá a impressão de ser ligeiramente mais suave que a versão regular, mas tem os mesmos teores. Nos Estados Unidos, é fácil achar também as versões mentoladas do Marlboro Light e do Ultra Light.

Newport 100: Uma das marcas mais populares dos Estados Unidos, o Newport é um mentolado longo, de 100mm, e bastante forte, o que o torna não-indicado para fumantes ocasionais ou iniciantes. Tem fumaça bastante densa, quase "cremosa", e sabor ligeiramente amargo, apesar da presença marcante do mentol.

Carlton Mint: Também uma introdução recente à linha Carlton, é provavelmente o melhor cigarro mentolado já produzido no país, com sabor de menta bem acentuado (sem chegar a arder) e parecido com chiclete. Teores moderados, fumaça relativamente densa e aroma agradável, que deixa pouco cheiro residual. Embora possa não ser adequado para uso contínuo, é excelente para momentos em que se quer apreciar um cigarro diferente.

Charm: O mais tradicional cigarro de 100mm do Brasil, com filtro branco, sabor diferente do padrão e fumaça densa. É forte e pode dar um pouco de dor de cabeça a quem não está acostumado a fumar. Por ser meio incomum, passa uma imagem de elegância e refinamento. Historicamente anunciado como "unissex", mas com especial apelo ao público feminino.

Free 1: A marca de mais baixos teores do mercado nacional, com fumaça muito pouco densa, apesar do sabor relativamente marcante. Pode ser adequado para iniciantes, e talvez até para o uso contínuo, mas parece ser feito para pessoas que simplesmente gostariam de parar de fumar mas não conseguem se livrar do hábito.

Free 4: Versão light do Free, com sabor metálico e definido, ligeiramente amargo, voltado para o uso cotidiano. Assim como a versão regular, tem a característica negativa de deixar um forte e típico cheiro residual em quem o fuma. Apesar de light, tem volume e densidade de fumaça satisfatórios.

Free 6: Um dos cigarros mais vendidos do país, o Free tem baixos teores mesmo em sua versão regular, e por isso é apreciado por muitos fumantes regulares. Tem sabor levemente adocicado e densidade razoável de fumaça. Tem o inconveniente de deixar um cheiro residual de cinzas forte, tanto da fumaça quanto em quem fuma.

Kent: Marca recente no mercado brasileiro, da Souza Cruz, tem como diferencial o filtro de carvão ativado -- uma idéia que era usada, nos anos 70, no cigarro Albany --, que não deixa a fumaça arranhar a garganta e diminui os indices de tosse e pigarro. Assim como o Free, tem três versões, todas de baixos teores.

LM Menthol: Relativamente recente, a versão mentolada do LM é um cigarro suave, apesar de ter um filtro ligeiramente mais curto que o normal. O sabor de menta, no entanto, é discreto.

Lucky Strike (Red): Também no grupo dos cigarros mais fortes, e dono de uma imagem de rebeldia (fruto do seu marketing internacional), o Lucky Strike de filtro vermelho é bastante similar ao Marlboro, mas parece ligeiramente mais forte (apesar de ter alguns teores menores). Tem fumaça densa e sabor amadeirado e definido.

Marlboro: Forte e encorpado, é provavelmente o cigarro mais popular do mundo, e, tipicamente, quem fuma Marlboro é fumante porque gosta e é muito fiel à marca. Tem fumaça densa e sabor ligeiramente amargo, com um aroma amadeirado bem peculiar e difícil de ser imitado por concorrentes. Apesar de forte, é menos enjoativo que os concorrentes diretos, como Camel e Lucky Strike, e o cheiro residual que deixa não é muito forte nem desagradável como os de outras marcas. Não é muito indicado para iniciantes, mas pode facilmente passar a ser o cigarro de uso regular.

Marlboro Light: Uma versão branda do Marlboro, voltado principalmente para mulheres (mas também muito apreciado por homens), tem um bom volume de fumaça para um cigarro light, e sabor ligeiramente adocicado, que às vezes pode lembrar mel. Sem deixar de ser simples, tem um quê de refinado. Uma dica: deve-se evitar fumá-lo até o filtro, pois em determinado momento a brasa se solta. Na Europa, o Marlboro Light também tem filtro amarelo, como o Marlboro normal.

Sampoerna A: Cigarro aromatizado de cravo, vendido pela Philip Morris mas não tabelado -- o que faz seu preço variar muito entre os pontos de venda. Indicado para iniciantes e para apreciação ocasional, é relativamente suave, com fumaça pouco densa, e tem um sabor de cravo bastante ativo e doce, que permanece nos lábios. Com aroma agradável, é uma opção para quem não gosta do cheiro residual dos cigarros normais, mas não é indicado para uso cotidiano. Há uma versão "Slim", ligeiramente mais comprido e com diâmetro menor.

Sampoerna A Menthol: Características bastante similares ao Sampoerna A comum, mas com uma bem equilibrada mistura entre os sabores de cravo e menta. Parece uma balinha, principalmente pelo gosto doce que deixa nos lábios (o que permite beijos deliciosos). Na comparação com o "irmão", parece ligeiramente mais suave, devido ao mentol.[/font]

Avatar do usuário
Desert
Mensagens: 366
Registrado em: 22 Nov 2013, 23:20

Re: [GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por Desert » 11 Set 2016, 13:11

Porra, tá de sacanagem né? Sou ex-fumante e essa merda não traz nada de bom a não ser uma fuga da ansiedade ou algo assim.

Avatar do usuário
Tesse
Mensagens: 2266
Registrado em: 27 Jul 2013, 12:52
Localização: Dallas, Texas
Discord: Tesselove#3684
Contato:

Re: [GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por Tesse » 11 Set 2016, 13:11

eskjceu a emlhor marca

[youtube][/youtube]
"Only a handful of great NBA players have been successful shooting fadeaways. Michael Jordan was one of the most popular shooters of the fadeaway. Wilt Chamberlain, Kobe Bryant, Hakeem Olajuwon, Dwyane Wade, Karl Malone and Larry Bird are also well known for using this move. The even more difficult one-legged fadeaway has become Dirk Nowitzki's signature move and has been called by LeBron James the second most unstoppable move ever, only behind Kareem Abdul-Jabbar's skyhook."

Avatar do usuário
Lord Fred
Mensagens: 758
Registrado em: 18 Fev 2015, 13:12
Localização: Lisboa, Portugal

Re: [GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por Lord Fred » 11 Set 2016, 13:13

Muito bom! Aquelas primeiras imagens das marcas de cigarros, são marcas portuguesas muito antigas kkkk, O SG significa Sabor Geração, depois tem o português suave, que em tempos era a marca que eu fumava xD
お帰りなさい。

Avatar do usuário
neighborhood hero
Modeler
Modeler
Mensagens: 1745
Registrado em: 24 Mai 2015, 17:18
Discord: duncan#7561
Contato:

Re: [GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por neighborhood hero » 11 Set 2016, 14:10


Avatar do usuário
Philipe
Mensagens: 4600
Registrado em: 14 Dez 2013, 12:04
Localização: fedorentos crew

Re: [GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por Philipe » 11 Set 2016, 14:16

caralho, que guia hein huaha ficou muito bom mesmo, nem li tudo ainda, mas pelo que li, já vi que ficou msm bom
"E os policiais repetiam, "Deitem, deitem agora, os dois! Deitem no chão", e se aproximavam. Um flash tomou conta da rua, sequer ouvi os barulhos do tiro. O flash me cegou e eu cai, nem conseguia ficar em pé mais, e desacordei.", disse Kyler Tyreel para um jornalista da ASAN.

Avatar do usuário
Duke
Mensagens: 296
Registrado em: 04 Jan 2015, 14:15
Localização: Liverpool Avenue

Re: [GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por Duke » 11 Set 2016, 14:28

gozei, ops gostei

Avatar do usuário
JayJay
Mensagens: 1244
Registrado em: 07 Ago 2014, 11:55

Re: [GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por JayJay » 11 Set 2016, 14:29

Lord Fred escreveu:Muito bom! Aquelas primeiras imagens das marcas de cigarros, são marcas portuguesas muito antigas kkkk, O SG significa Sabor Geração, depois tem o português suave, que em tempos era a marca que eu fumava xD
:')

guia bem extenso. mais tarde vou ler por completo.

Avatar do usuário
Versace
Mensagens: 2659
Registrado em: 18 Jan 2014, 16:13
Contato:

Re: [GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por Versace » 11 Set 2016, 14:39

Muito obrigado pessoal

Avatar do usuário
Harry
Mensagens: 1989
Registrado em: 21 Jan 2016, 15:19
Localização: João Pessoa

Re: [GUIA] O prazer de fumar

Mensagem por Harry » 11 Set 2016, 14:51

Nice
Se prender pelo passado ainda é tolice.

Responder